sábado, 10 de outubro de 2015

Um novo olhar sobre a vida

Em tempo de reciclar, reciclemos. Publiquei a resenha desse livro em julho de 2011, então às vésperas de completar 60 anos, ele mudou a minha maneira de ver a vida. Hoje mais próxima dos 61 só melhoro, rs
Para a Luciana.



Um toque na estrela, Benoîte Groult




Há umas duas semanas fui ao centro do Rio, como moro longe (mais ou menos a 40 km) e estava sem compromisso com hora marcada, aproveitei o passeio. Vendo vitrine, olhando a moda, as pessoas (todas apressadas), enfim, aproveitando o dia, cheguei ao paraíso: um enorme sebo. Aquele cheirinho de livro, prateleiras e mais prateleiras, com direito a ler algumas páginas bem sossegada, resultado: uma sacola de livros.  Entre eles: Um toque na estrela, o que me chamou atenção primeiro foi o nome da autora (da qual não sabia nada!), depois uma recomendação na capa da Lya Luft e por último a foto da simpática senhora que é a autora, abri, li três linhas e foi para sacola. Em casa fui dar uma olhada mais cuidadosa, comecei a ler e... amanheci lendo a última página.
Um toque na estrela fala da velhice, não da meia-idade 50/65 anos, mas sobre aqueles que já passaram dos 70, 75 anos. É um romance, Alice a protagonista tem pouco mais de 80 anos, seus filhos estão entrando na casa dos 60, é uma velha jornalista, casada, com netos e um bisneto. É genial a escolha do nome, pois há muito, muito tempo ela saiu do País das Maravilhas. Uma velhinha lúcida, sarcástica, irônica, que não teve medo de viver e não tem medo de morrer. Benoîte escreveu o livro com 86 anos, portanto sabe muito bem do que está falando e não tem o menor medo das palavras, com bom humor e muita ironia fala do envelhecimento nessa aurora do século XXI, sendo ela uma mulher do século XX: fala das restrições físicas e das expectativas impostas pela sociedade. Atenção o livro não é didático, não é lamentoso e tanto a autora como a personagem não estão arrependidas de nada! Nem mesmo querem o passado de volta!
Benoîte (adoro escrever o nome dela, parece Boa noite) é uma feminista francesa de primeira hora, que passou boa parte da vida lutando pelos direitos e respeito pelas mulheres, militou anos na imprensa voltada para o público feminino. No livro (que tem toques feministas e é dedicado às filhas e as netas) ela se auto sacaneia dizendo que Alice e ela são muito meia-oito (1968), o que não a impede de ver, compreender e criticar a modernidade. Não que a modernidade seja ruim, ela se utiliza bem dela, o caso do computador é ótimo, ela faz uso dele mas deixa exposta e aberta sua velha máquina de escrever, para não esquecer que já teve tempos piores, rs  Uma velha senhora que não tem papas na língua e se pergunta a certa altura, criticando, entre outras coisas, as roupas das meninas: quando as meninas deixaram de serem crianças para virarem pré-putas e passarem na adolescência a serem Superputas? Como ela não disse, digo eu: se no fim seremos todas putas velhas!
Um toque na estrela é um hino à vida e deixa como mensagem: não deixe de viver, seja em que idade for! Você dirigiu anos seu carro, aprenda a dirigir seu andador e se jogue. Quando eu ficar bem velhinha quero ser igual a ela.

“Explicar o que é a velhice é como tentar descrever a neve para quem vive nos trópicos.” Benoîte Groult

SOBRE O AUTOR

Benoîte Groult (1920 -   ) – jornalista e escritora francesa, em 2010 recebeu a Ordem Nacional da Legião de Honra do governo francês. Publicou Um toque na Estrela em 2006, no Brasil pela Editora Record.

Ps: Ela continua viva e bem.

4 comentários:

Adelaide Araçai disse...

Acho que também vou gostar.
Já anotei na lista de desejos.
Muita Luz e Paz!
Abraços

Ivône disse...

Obrigada pela indicação. E pelo blog. Gratidão.

Cleci disse...

Olá ...
Já está em minha lista ... A ser lido ... Abraços

Regina Rozenbaum disse...

Outro que tô levando. Ultimamente ando pegando rebarba nos livros do filhote...tudo ligado a empresas. "Sonho Grande" (biografia do Jorge Paulo Lemann e cia) amei. "Abílio" e agora terminei "Satisfação Garantida" do, mininu de tudo, criador da Zappos. Então vou fazer umas comprinhas das suas dicas.
Beijuuss Ju