segunda-feira, 29 de abril de 2013

Luto



Paulo Vanzolini (1924-2013)



Vocês podem acreditar ou não, mas comecei minha vida profissional trabalhando com ciência. Trabalhei alguns anos com a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e fiz jornalismo pensando em fazer carreira em divulgação cientifica. Durante dois anos fui funcionária do Museu de Zoologia da USP, onde tive o prazer de conviver com uma das pessoas mais inteligentes que conheci: Dr. Paulo Vanzolini.
Dr. Paulo (para mim ele sempre será doutor) é um dos mais importantes zoólogos brasileiro, cursou medicina e fez doutorado na Universidade de Harvard na área de biologia, ao se tornar diretor no Museu de Zoologia tornou o museu em um centro de referência mundial na área e multiplicou por dez o acervo, ao se aposentar doou toda sua biblioteca para a instituição. Parece um vestuto e sério cientista daquele que dá medo só de chegar perto, mas não era nada disso. Era uma delícia trabalhar com ele, era gente como a gente. Conversa boa com ele era em mesa de bar, adorava uma boa piada, declamava poesia e amava música. Talvez você não esteja fazendo a ligação, mas ele é o compositor de Ronda, uma das mais belas canções sobre São Paulo e também de Volta por Cima, ambas as canções foram gravadas pelos melhores cantores do Brasil.
Sempre terei orgulho por ter trabalhado com ele, um homem de bem que nunca desistiu do Brasil. Saudades.

Volta por cima
Chorei
Não procurei esconder
Todos viram, fingiram
Pena de mim não precisava
Ali onde eu chorei
Qualquer um chorava
Dar a volta por cima que eu dei
Quero ver quem dava
Um homem de moral
Não fica no chão
Nem quer que mulher
Lhe venha dar a mão
Reconhece a queda
E não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá a volta por cima

15 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

doeu um bocado aqui. imagino o quanto mais aí. um abraço

Luana disse...

"Parece um vestuto e sério cientista daquele que dá medo só de chegar perto" parece nada, parece um fofo! Cientistas sao fofos.. ;)

She disse...

Ah sinto muito! :( Pessoas assim certamente vão para um lugar muito especial.
Beijo, beijo
She

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cris Mussi disse...

Também fiquei triste.... bjs

Beth/Lilás disse...

Nossa, Jussara, quanta honra trabalhar com este homem!
Ele é mesmo 'um homem de moral' e ficará para sempre em nossos corações.
Uma grande perda tivemos em nosso país hoje.
beijos cariocas


JAN disse...

Oi Jussara, trabalhar perto de um Dr. Paulo desses (zoólogo e poeta)é uma dádiva.
Logo a dor vai passar e ficam as lembranças boas.

Abração
Jan

Misturação - Ana Karla disse...

Ju, que homenagem maravilhosa.
E você, trabalhou com ele?
Quanta honra!
Vi no jornal a notícia e fiquei sabendo o autor da música Ronda.
(as minhas ignorâncias)
kkkkkkkkkk
Xeros

Regina Rozenbaum disse...

Êh Ju...você é mesmo uma caixinha de surpresas! Posso imaginar a honra em ter conhecido e trabalhado com esse HOMEM. Uma lástima mesmo. Uma coisa já aprendi: quanto maior o verdadeiro conhecimento mais simples é a pessoa!
Beijuuss

Neanderthal disse...

Olá Jussara!
Quero agradecer sua ida ao meu blog e fiquei muito contente em saber que Lisbeth Salander também sua heroína preferida! =D
Sobre o seu post, eu tbm lamentei a perda deste grande profissional. Na Fiocruz, onde estudo, houve uma nota de pesar pela triste perda!
Um grande beijo e seja sempre bem-vinda no meu blog!

Lúcia Soares disse...

Ronda faz parte da minha vida, é uma das 100 melhores músicas de todos os tempos, para mim.
Que vida rica, a sua, Jussara!
Beijo!

Celia na Italia disse...

Ju
Esta vida de idas e vindas, nos dá muitas alegrias, mas deixa saudades também!

Adelaide Araçai disse...

Linda homenagem Jussara. Eu fio imaginando que agora sim o céu tem mais graça, mais alegria. Afinal com suas composições já dá para fazer um belo baile.

Abraços

Luma Rosa disse...

Vou ser-lhe sincera em dizer que nunca tinha ouvido o nome de Paulo Vanzolini até o último "Dia do Corno" e o culpado foi o ator Giuseppe Oristanio que juntou em uma única postagem, a comemoração do dia citado acima, com o aniversário de Paulo Vanzolini, se não me engano 4 dias antes do seu falecimento.
Dizem que as datas comemorativas, como natais e aniversários, acontecem muitas tragédias familiares, incluindo a morte de um pessoa querida. Talvez porque o aniversário seja uma data de "balanço" e cheia de emoções contidas, não expressas - É quando nos lembramos de tudo o que já aconteceu na nossa vida. Por destino, quis a morte de Paulo Vanzoline ser colada ao seu aniversário e espero que nesse balanço, juntamente com as várias homenagens que logo depois pude conferir pela web, ele tenha visto o quanto as pessoas davam valor aos seus múltiplos trabalhos.
Agora fica a saudade!
Beijus,

Bia Jubiart disse...

Um Mestre!

Ju, é muito bom a gente ter algumas referências de pessoas que admiramos, deve ter aprendido muito com ele. Bons sentimentos são eternos...

Bjosssss