terça-feira, 16 de agosto de 2011

Chifre em cabeça de cavalo


Vocês podem não acreditar mas eu estou tento dificuldade de colocar livros no blog. Vamos por parte, antes que vocês achem que eu bebi ou coisa pior. Eu me pego pensando em inúmeras variantes: alguém que me lê vai gostar? O livro é bom para mim, mas será para eles? Não é chato quando, muitas vezes, só eu e mais meia dúzia leu o livro? Quando resolvi ter o blog a intenção era me distrair e ir guardando em algum lugar os livros que li e gostei, uma versão moderna pro caderninho, de repente isso ficou bem maior que  eu esperava e me senti responsável (maldita educação cristã!)  e passei a me preocupar.  Vejam bem, isso não está doendo ou sequer me atormentando, esse texto é mais para dividir com vocês minhas dúvidas, reflexões ou doidices mesmo.
Eu sou completamente desordenada para ler, aí saio pela net e vejo um monte de gente com projetos (muito nobres) de só ler romances clássicos ou modernos, ou se ater a poetas modernos ou não, ou até mesmo só se debruçar a um escritor ou tema. Eu não sou assim! Hoje leio romance, amanhã um livro técnico ou teórico (de cinema ou jornalismo, por exemplo) pelo puro prazer de saber o como fazer e a semana passada, por preguiça de pensar, me fartei na banca da esquina. Ai, ai, ai... o que ponho no blog?  Um livro de Umberto Eco (teórico de comunicação)? Um livro sobre técnica de iluminação para dramaturgia? Ou a Preparação do Ator de Stanislavsky? Ou o making off do set de Titanic? Sentiram a enrascada em que me meti? Ninguém quer vir aqui ler um monte de chatice que só eu acho graça! A minha modesta (pelo menos eu acho) biblioteca é assim! Tenho uma coleção de livros sobre o jornal Última Hora, livros sobre arranjos de flores e livro sobre a evolução do tecido desde o século XIV. Olho para minhas estantes e me pergunto, sobre qual vou escrever? Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas...
P. Isabel e netos
Não tenham pena, eu sou malandra, alguma hora eu vou falar deles. Já até consegui falar de alguns, acho um bom motivo e resenho um livro de reportagem, no dia da mulher mostro Africa, no dia 15 de novembro, por tabela lembro da Princesa Isabel e apresento sua coleção, chega o 13 de maio e mostro um livro de fotos e até digo ao leitor, seja malandro! Os livros são caros então  vá a uma biblioteca ou veja o volume disponível em livrarias. E a recepção a esses posts são sempre tão inesperadas e prazerosas, vocês são tão bons para mim!
Sebo
A moça ficou doida, qual é o problema? É... qual é o problema? Pois é, mas tem! Me sinto culpada (maldita educação cristã!) nunca coloquei um escritor português antigo ou moderno, meus leitores portugueses devem se sentirem rejeitados, apesar de ler um ou outro, nunca coloquei um best-seller, não vou na onda de misticismo, vampiro  ou magia e muitos dos livros dos  quais eu falo  preciso mandar meus leitores aos sebos. Fico sentindo que estou mandando vocês a uma Caça ao Tesouro... pensando bem não deixa de ser!
Leio, ou melhor, procuro conhecer muitos blogs que falam de livros na net e confesso que me sinto desconfortável, tem gente com 4.000 seguidores só colocando a sinopse do livro que copiam da orelha ou do folheto de divulgação! Será que isso é  incentivo a leitura, ajuda o leitor?  Pessoalmente não acho que está ajudando em nada, fica aquela coisa de “já sei a história posso posar na mesa do botequim”...  acho que sou a chata. Sem falar nos inúmeros sorteios, de autores que nunca ouvi falar e na base "me segue e você tá dentro", oi? Tem outros (e não são poucos) que são patrocinados pelas editoras (na blogosfera se chama parceira, humf?), fica minha dúvida, mesmo que bem escrita eu posso levar a sério uma resenha de um livro recebido graciosamente da editora? Logo que comecei a postar eu não colocava o nome da editora, foi o Lufe que me chamou a atenção sobre isso, pois com o nome da editora fica mais fácil achar o livro, desde então coloco, mas dois livros seguidos da mesma editora já me deixam meio constrangida, bem... mas me pergunto será que eles não estão certos? Podem falar, eu sei... eu procuro chifre em cabeça de cavalo!
É por tudo acima exposto que me pego refletindo, sobre qual livro falar??? Ontem foi um livro de um escritor brasileiro, posso colocar outro? É acho que até posso, este é do século XIX, basta escolher um do Século XX? Não, não fiquei inspirada... tec, tec, tec  (pezinho batendo no chão). Um latino-americano talvez? É, boa ideia, mas qual? Repetir Garcia Marquez ou Vargas Llosa? Não, vou guardá-los para as horas incertas. Vamos pros clássicos mundiais, Dante. É, Dante é bom, mas... não tem gancho e não estou com a mínima vontade de reler; é, gente, eu releio para postar. O que eu faço?
Daqui a três dias volta à programação normal.
Encerramento da TV Tupi

25 comentários:

VaneZa disse...

Acho que é chifre em cabeça de cavalo mesmo... ou está fazendo como eu... atrás de sarna pra se coçar. rs

Eu tbm já vi esses blogs com milhares de seguidores que só colocam as sinopses rs. É patético, não?

Faz assim... escreve sobre o que te der vontade escrever. Vc pode! rs

BeijoZzz

Beth/Lilás disse...

Ih, Jussara, eu acho que você deve escrever o que quiser. O blog é teu e lê quem gosta ou quer ideias para uma próxima leitura.
Fica fria, e manda ver!
beijinhos cariocas

Anônimo disse...

Ai, ai, ai... Eu que ja A D O R O dar palpites na vida alheia (mesmo quando ninguem me chama), me vejo deparada com a minha frase preferida: O que eu faco???

Nao seja por isso minha amiga, pitacos, tenho aos montes!!

Na minha opiniao, o blog e seu. Eh o seu caderninho, seu diario, uma janela para a sua alma. Quem le o blog esta interessado (a) em voce, e por isso le o que VOCE escreve - sobre seja la o que for...

Voce mesmo disse que ha muitos blogs que publicam resenhas de orelhas ou folhetos ( e o povo le!!! 4000 seguidores nao e bolinho).

Quanto aos blogs patrocinados, eu sou a favor. Ficaria com a pulga atras da orelha se ele ( o blog) fosse patrocinado escondidinho. Pra mim, transparencia e tuuudo!

Eu, particularmente, gosto mesmo quando voce escreve sovbre vc ( como hoje), mas tambem entendo que vc nao escreve pra mim, mas pra voce, entao o que importa mesmo e "o que e que vc quer escrever? O que voce quer dividir?"

Bom, to em Amsterdam, ja voltando pra bahrain. Hoje fui ver o distrito da luz vermelha, com mulheres nas vitrines. literalmente. Qdo acabar a saga amazonica, comeco a falar da Europa.

Pobre do meu leitorm, que encontra no meu blog/diario todas as ebsteiras e babozeiras que eu encontro na cachola. Bjs mil

Inaie

Celina Dutra disse...

Minha querida Jussara,

Disse bem, está a criar chifres em cabeça de cavalo! Escreve o que lhe der na telha! Se você gosta ou não do livro, expressa sua opinião. Vai ler o livro quem quiser. Se tiver opinião diferente da sua... qual o problema, vc não obrigou ninguém a ler! rsrs
Uma coisa é certa, fico sempre aguardando seus posts e como eu, muita gente! Adoro!
Dos blogs que conheço direcionados para livros, o que mais gosto é o seu. Você escreve com alma, sentindo o livro.
A ilustração do post me lembrou o Alexandre.

Girassóis nos seus dias.
Beijo

Luana disse...

Adorei seu texto... A reflexão e tudo mais... =)
Maaaaaaaaaaaaaaaaaas... me senti enganada! hahahahahaa.. quando vi no meu blog a foto do unicórnio achei que seria um post sobre um livro de fantasia que tivesse unicórnios... hunfs...
Adoro livros de fantasia... Adoro cavalos que voam, cavalos com chifres, cavalos coloridos...

beijos

Pandora disse...

Me angustiei!!! Jesus, essa educação cristã era pra ajudar a gente a ser melhor, mas acaba ensinando a gente a colocar chifre em cabeça de cavalo rsrs...

As vezes eu passo por angustia semelhante no meu bloguito, que era pra ser uma versão moderna do diario, mas do ano passado pra cá passou a ser lido por outras pessoas e as vezes eu fico na neura tb, com a duvida se as pessoas que passam por lá vão gostar daquela tematica.

Eu acho se blog perfeito, aqui tem de tudo, tem literatura pra todo gosto eu gosto de tudo, embora sempre prefira os livros de História e os do século XIX (ajudam na pesquisa
:-)), mas se nem todo mundo gosta de tudo, qualquer pessoa que goste de ler se chegar aqui encontra algo que possa pegar pra si, desde o leitor iniciante ao que já é um viciado profissional.

E eu adoro as caçadas que vc me coloca, é realmente uma caça ao tesouro.

Por mim o que vc escrever eu tou lendo e aprendendo \o/

Lufe disse...

Eita, minha amiga....
Quer dizer que eu ajudei a colocar mais um chifre na cabeça do cavalo?
Coloquei pelo no ovo?....rsrs
O interessante essa coisa de blog é que a gente começa a interagir com os leitores e isso nos traz uma responsabilidade, não é mesmo? Não necessariamente que nos cobrem, mas a gente começa a se cobrar. É igualzinho receber as pessoas em nossa casa. A gente não recebe ninguém com uma casa desarrumada e sem nada para servir às visitas. Como você disse, são resquícios de nossa educação cristã. Entraste numa crise existencial.......rsrsrs
Desencane! O seu blog é único, pois ele tem você! Com todas as qualidades que você tem (sem rasgação de seda) você faz dele um blog interessantíssimo e que agrada a qualquer tipo de leitor, logicamente dentro do seu publico, aquele que gosta de livros, gosta de leitura. O mais interessante que eu acho é justamente o fato de você ser uma leitora eclética e compulsiva.
Com isso, você nos instiga a busca de novas leituras, de novos assuntos e não nos deixa ter preconceito com relação a temas ou autores. Trilhando seus passos a gente se torna um Indiana Jones das livrarias e sebos, e isso é ótimo. Você nos revela sempre um olhar peculiar sobre autores conhecidos e com sua inquietude sempre garimpa novos autores.
Pra mim, eu acho que você não deve mudar nada, a não ser de acordo com sua intuição ou novos interesses. Eu acho que justamente a diversidade, com extrema qualidade e conteúdo, é a sua praia. Continue a nos brindar com a sua inquietude e a sua sede do saber, da sua simplicidade e principalmente o do querer e gostar de compartilhar. Essa qualidade, poucos tem.

bjos

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Ju
Não vou comentar o post em si... mas o "maldita educação cristã"...
Tem toda razão... Deus com um dedo em cima de nós... nos punido e cobrando por tudo o que fazemos de errado e não fazemos... isso É CRUELDADE PURA...
Estou com vc e não abro...
Deus é pura Bondade e muito mais...
Tenha muita paz em seu coração!!!
Bjs

Macá disse...

Ju, em primeiro lugar (eu sou sua fã, você sabe disso não?) vou dizer que a-do-rei o post de hoje. Não que eu não goste de você falando dos livros, é que hoje você se mostrou e é gostoso a gente conhecer um pouco mais do que a pessoa do outro lado, pensa, imagina, sofre, essas coisas.
Agora, quanto ao assunto do post: Você é normal, fique sossegada. Essas dúvidas de saber se as pessoas estão gostando do que a gente escreve, acho que paira sobre todo mundo.
Agora, o blog é seu, você o fez com a melhor das intenções que era, postar sobre um assunto que você gosta e entende, e isso não é fácil não.
E a resenha que você faz é aquilo: faz todo mundo querer ler ou reler um livro (estou pensando aqui que as editoras/livrarias deviam te contratar; tenho certeza que muitos livros "bons" que estão lá parados, sairiam).
Mas dai já sei, você teria outra preocupação né, que as pessoas podiam imaginar que você estivesse escrevendo o que elas gostariam de ouvir.
Vamos deixar pra lá então e você continua fazendo o que faz: postando sobre os livros que leu e releu e nos dando a sua opinião, que é sempre muito correta.
Não importa a época, tema, clássico ou não, ok?
beijos

Carlos Medeiros disse...

Essa história de ler seguindo um estilo único, só romances, só clássicos, só ação, acho cansativo. Gosto de alternar, sinto que é melhor assim. Seria bom se você opinasse sobre os livros que leu, independente da opinião dos outros. Abraços.

Cinderela Descaída disse...

Ih, bateu uma insegurança? Sei bem como é!
Deixa eu ver um livro para indicar...Andei lendo os contos do Cheever que não conhecia. Interessante.
Rubem Fonseca? Pode ser legal. Li a Grande Arte e achei divertido, mas não me convenceu como literatura.
Henry Miller! Trópico de Câncer! Que tal? Picante e, segundo o Orwell, um dos melhores livros escritos em língua inglesa no século XX, apesar das obscenidades.
Beijos!

O Guri disse...

Guria, sinto a mesma coisa. Sempre fico num ansiamento quanto aos livros que acabo deixando minhas resenhas de lado. Agora,por exemplo, tenho duas pra fazer mas vou dormir e esquece-las. De uns tempos pra cá, tenho deixado minha leitura de lado. Tenho a ideia de que não consigo mais me concentrar como antigamente e tem sido um pouco difícil escrever também. E aí vem esse monte de blogs literários com mil e um seguidores e deixam a gente numa tristeza, como se não nos reconhecessem... enquanto clamo por um comentário ou seguidor a mais. Sou inseguro, desculpa.

Bejo...

http://umgurientregurias.blogspot.com/

Adelaide Araçai disse...

Ju...chifre em cabeça de cavalo...transforma o belo espécime em outro mais admirável ainda...o unicórnio que eu amo e um dia terei uma plantação deles no meu quintal....se encontrar uma mudinha...rsrs

Sabe eu quando chego aqui, venho para ver a sua opinião. Aqui encontro alguns livros que gostei como vc o descreveu e que estão na espera para eu buscá-los para le-los...não você não está estimulando o meu consumismo desenfreado....eu vou a bibliotecas, a sebo e busco promoções, caso de extrema necessidade compramos a qualquer preço (sim necessidade pois aqui em casa sofremos de abstinência na ausencia de uma boa leitura).
Já comprei livro que vi aqui que eu já tinha lido, só para que minha filha tivesse a oportunidade de ler. Sou rata de livraria.
Quanto aos blog's com parcerias não sei se até que ponto isso é válido... eu não participo de sorteio que me impõem alguma regra além da classica: deixe seu comentário...rsrs
Gosto dessa vida de blog em blog, para ter a opinião pessoal de cada um, se me identifico com a pessoa saio atras da indcação.

Por mim pode colocar os técnico/ não técnico..etc o que vale é ser uma decisão solta, leve, sem amarras. Isso que faz teu espaço tão gostoso.
Abraços

Glória Maria Vieira disse...

Juh, meu amor. Sabe o que é isso? Preocupação em dar o seu melhor, em fazer algo bacana pros seus leitores ávidos de Palavras Vagabundas. Eu também fico pensando muito no que postar no blog, viu?! Não posto com tanta frequência, porque eu quero postar alguma coisa que me seja relevante e tal. Não se preo. Tudo que você posta, é bacana, engrandece a gente!

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKK Morri de rir com seu post de hj Jussara! estava precisando rir um pouco! Vou dar minha humilde opinião. Como diria Isabel Allende: não ligue pras críticas e nem dê ouvido aos fãs. Tomei isso como lema pra minha escrita. Se a gente deixar de escrever pra nós mesmos, a coisa toda perde o sentido! mete bronca, amiga, escreve sobre o que quiser, inclusive sobre suas dúvidas e incertezas, beijão,

Misturação - Ana Karla disse...

Oi Ju, nem li o post, pois vim rapidamente para deixar um xero, mas volto com mais calma, claro, para anotar as sugestões.
Xeros

Julio disse...

Quando voltar ao Llosa, está intimada a falar de Tia Julia e o Escrevinhador. Não pense que eu esqueci, vou cobrar aqui até sair.......hahaha.

Anônimo disse...

Livro é como música, hoje rock, amanhã samba e ópera no domingo.

Não tem ordem que me faça escutar ou ler isso ou aquilo. A fórmula do ensino dirigido deixei para trás. Bons tempos, não?

nei

Ju Ramalho disse...

Ju, linda

Entendo bem você, mas acho que você deve falar do que gosta, se você não escrever sobre o que você gosta dai então vc é apenas funcionária do seu blog e não terá prazer.

Eu leio sobre vários genêros...menos ficção científica não dá não consigo e não curto.

Existem livros densos que mergulhamos, outros rasos e comerciais pra passarmos o tempo.

Todos tem o sue real valor... e nos dias atuais acho super bacana essa meninada lendo livros comerciais e enchendo a blogosfera de resenhas...mesmo que eu não curta o estilo acho válido como educadora.

Ju, acho bacana vc mergulhar em tantos oceanos de encantos e conhecimentos, se formos leitores Âncoras parados em um só local deixamos de descobrir e navegar outros mares ....

Gosto muito de ti e estou passando tb por um turbilhão de questionamentos sobre meu canto lá... que virá com nova roupagem e nome...acho que vc leu um desabafo meu esses dias...

Bjo Linda

Paula Li disse...

Oi Ju, que dúvida cruel!!! Acho que ela é válida, por que quem tem bom-senso e é uma boa cristã rsrsr, se interessa pelo o que o outro pensa.
Eu acredito sinceramente que você encontrou uma fórmula maravilhosa de divulgar os livros, sua escrita é muito envolvente.
Aqui se encontra qualidade e reciprocidade, ao contrário desses blogs de milhares de seguidores que você encontra por aí.
Bjs

Bia Jubiart disse...

Oi Jussara!

Acho que cada um tem uma receita própria, no meu caso esqueço a razão e escrevo com coração, o resto é consequência de algo que faço por prazer!

Na verdade existe é muito Ctrl + C, gosto muito de ler opiniões autênticas, honesta com princípios de quem as escreve, não precisa ser uma narrativa rebuscada, técnica, as vezes a a simplicidade diz tudo...

Um ótimo fim de domingo p/ vc!

Beijooooooooooooo

Mayara disse...

Oi Jussara, não se preocupe tanto: nós gostamos de tudo que você posta, mesmo que seja pelo prazer de poder discordar rsrrs Um abraço e até a volta!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu não vou mentir.
o que me encanta no seu blog é justamente essa diversificação na leitura. tem o clássico, tem o bom livro contemporâneo. E tem o livro que traz diversão, leveza, distração. Porque não?

é o meu jeito de ler. então eu me identifico com seu jeito de ler. lê o que tem vontade, o que tá caindo bem na mente, sem preocupar com o que é "certo" ler.

eu te diria para continuar desse jeito rs. é o charme do seu blog, pq é bem natural, não tem aquela empáfia de mostrar só o que é chique.

todo mundo adora comer um hamburguer de vez em quando né rs.
bjs

Lúcia Soares disse...

Jussara, me vi em seus questionamentos, pois sempre me preocupava em agradar. Só que nunca agradamos a todos, não o tempo todo.
Acho que quem gosta mesmo de ler gosta de diversificar.
E tem os dois lados mais citados: o blog é seu e escreve sobre o que quiser; e, sim, acabamos nos sentindo responsáveis em trazer assuntos interessantes para quem nos lê.
Gosto do seu jeito e de suas resenhas.
Continue como começou. Foi por isso que ganhou seguidores!
beijo!

Aline M. Gomes disse...

Que engraçado!

Gosto muito do conteúdo do seu blog. Afinal quem conhece Josué Montello é meu amigo pra sempre kkkkkk

Tenho que concordar com quem disse que o blog é seu e você escreve o que quiser. Essa onda de escrever só por escrever OU escrever pra agradar não rola.

Abraços!!!