quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Chic no último!

ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE, Agatha Christie

Mistério, assassinato, gente rica e bem educada. Só pode ser Agatha Christie, a sucessora de Sir Conan Doyle na literatura inglesa de mistério.  Escolhi  Assassinato no Expresso Oriente, pois ele contém todos os elementos do mistério que a “Rainha do Crime” tanto amava e seu detetive é o pernóstico Hercule Poirot, um belga com suas  celulazinhas cinzentas no cérebro, o que eu considero uma fina ironia da autora.
O famoso Expresso Oriente sai de Istambul rumo a Paris, levando todo o glaumor dos anos 30, Hercule Poirot  e mais uns tantos passageiros aparentemente sem qualquer contato, na primeira noite ocorre um crime,  numa cabine fechada por dentro. E além disso o trem fica retido por causa de uma tempestade de neve. O  melhor desse livro é como os fatos vão se desdobrando  e elevando a tensão.  Nós leitores ficamos a procura de pistas junto com Poirot, mas óbvio que nossa massa cinzenta não funciona como a dele,  as pistas vão se multiplicando e  o comportamento dos suspeitos são cada vez mais intrigantes, o final é totalmente surpreendente.  Não posso contar e nem sequer dar uma pista, só lendo para saber. Eu garanto que você não vai se arrepender!
Tudo é muito chic e glamuroso nesse livro, o Expresso Oriente foi inaugurado em 1883, mas seu auge foi a década 30, do século XX, quando o trem  fazia  Paris-Istambul e  a viagem de volta duas vezes por semana. Esse trem mais que luxuoso, não houve outro igual,  levava membros da realeza, diplomatas, milionários  e  figuras importantes em geral,  chefs renomados eram contratados para trabalhar na cozinha do trem, os garçons usam luva branca e os vagões tinham mordomo. Agatha Christie não perdeu tempo em colocar seus personagens  onde havia o melhor.
Existe um  filme sobre esse livro de 1974, o filme é tão bom quanto o livro, dirigido por Sidney Lumet tem uma das mais primorosas reconstituição de época além de um elenco estrelar, ganhou alguns Oscar e um deles foi pela excelente  direção de arte. É um luxo só!
Agatha Christie era uma mulher extremamente culta e inteligente, casada em segunda núpcias com um arqueólogo, conhecia bem o Oriente Médio e com certeza viajou no  expresso algumas vezes.Ela aliou sua imaginação brilhante à sua grande habilidade de narradora, com isso conquistou milhões de leitores e continua a fascinar as novas gerações. Ela também é autora da  peça que mais tempo ficou em cartaz na história do teatro,  A Ratoeira que estreou  em 1952 e ficou mais de 25 anos em cartaz ininterrupto, em Londres.
No verão que se aproxima e muitos saem de férias, escolham  um livro de Agatha Christie para acompanhá-los em seus dias de descanso e se der preguiça de ler (Oh, horror!) alugue, em DVD,  Assassinato no Expresso Oriente e se delicie com o luxo e o crime.
A vida é muito importante para ser levada a sério. Oscar Wilde

SOBRE O AUTOR
Agatha May Clarissa Mallowan (1890-1976) – mundialmente conhecida como Agatha Christie,  a Rainha do Crime,  é autora de mais de oitenta livros, peças de teatro e contos. Publicou Assassinato no Expresso Oriente em 1934.

25 comentários:

Pandora disse...

Agatha Christie é má, quando vc começa a ler os livros dela acabou é uma tensão só, vc fica naquela fissura, tem que terminar, quem matou, corre corre... ler na parada de ônibus, ler no intervalo do almoço, é um inferno \o/ Por isso as vezes demoro a ler suspense, pq sou ansiosa demais e fico doida. Mas é massa, se quer se desligar dos problemas da vida nada é tão bom quanto Conan Doyle e Agatha Christie! Ótima dica, acho que vou ler!!!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

clap clap clap!
adorei essa dica, li esse livro pela primeira vez aos doze anos (já faz um tempinhoooo) e adoro Agatha Christie. E como você falou, é elegância do começo ao fim!

mais que recomendado. Bom dia!

Lufe disse...

Agatha Christie é sensacional, dela tenho todos os livros e sempre estou relendo algum.
O filme tambem é otimo e o ator que representou Poirot o fez tão bem, da mesma forma pernostica que o personagem foi descrito por ela.
Os dois valem a pena uma olhadela com bastante atenção.
Sua sinopse como sempre irretocavel

bjo

Denise Lopes disse...

Nossa adoro...O livro dela chamado Os Elefantes não Esquecem foi o meu preferido...muito bom...Ótima dica...beijos

Borboletas nos Olhos disse...

Você não vai acreditar (ou vai) mas eu já reli esse livro mais de 30 vezes. Tenho mais de 70 livros dela e não há nenhum deles que eu tenha lido menos de 5 vezes. Exagero, né? Bjs

M. disse...

Foi uma das autoras que me ensinou a gostar de ler. Injustamente conotada com um estilo menor de literatura, tem uma escrita formidável, onde está presente uma inteligência acutilante.

Este e "les dix petits negres" são os meus favoritos.

Os livros dela têm um defeito: quando começo
não durmo sem os acabar...

Insónia boa...

Fabuloso a forma como divulgas a literatura. Muito bom.

Ronda disse...

Oi Jussara!
Para criar tramas tão bem elaboradas, só mesmo uma mulher culta e inteligente como a Agatha. Eu assisti o filme, mas faz tanto tempo que eu não lembro mais da história.

Ótima recomendação!
Abraços!!

Guará Matos disse...

Um belíssima escritora nesse estilo policial, sabia tudo essa "moça".
E você menina esta mais uma vez de parabéns.
Bjs.

Carla Farinazzi disse...

Olha só, falta só uns dez livros para eu completar TODA a coleção dela!! Você acredita? Eu amo essa mulher!!! Aprendi mais sobre a Inglaterra com ela do que em qualquer livro de história! Eu simplesmente sou fã de carteirinha dela, não abro mão de seus livros, que leio e releito direto. E os filmes também, adoro!
Nunca gosto de filmes baseados em livros, mas os dela não perco. Passa direto no Film&Arts
Delícia!!!
Me lembro muitíssimo bem do Assassinato no Expresso Oriente, das facadas mais profundas e das facadas mais rasas, estranhamente detectadas pelo médico...

Adoro Hercule Poirot, um gênio, na minha opinião. Quando estou lendo Agatha Christie, eu mergulho no livro. De corpo e alma!

Beijos, excelente post!!!!!!!!!!!!!

Carla

Roberta M. disse...

Gosto dos livros de Aghata C. por todo esse mistério aliado ao glamour, luxo, é um deleite! Como já disse, gosto dessa coisa de ficar tentando adivinhar o assassino, as motivações, e AC fez isso com maestria!! Beijocas Ju, e sim, esqueço tudo que guardo, louca total!!

Edlena Franklin disse...

Ah, já li muito dessa senhora... O CASO DOS DEZ NEGRINHOS é um dos meus favoritos. O estilo requintado dela torna a leitura muito agradável! Li recentemente numa revista TRIP uma matéria que mostrava fotos com ela e o marido SURFANDO no Havaí!!! Achei incrível ela com aquele maiôzinho listrado e a prancha gigantesca... Segundo a matéria o marido também era adepto do esporte.
Beijos

Macá disse...

JU
Eu tenho uma coleção de livros da Agatha Christie, todos já lidos e alguns relidos. E é verdade, até a nova geração gosta muito dela. Já vi o filme também, muito bom e muito boa dica. Muito chic.
beijos

Eu, Meu Contrário e Minha Alma disse...

Eu, li o livro
Meu contrário, viu o filme
Minha Alma viu a peça
Num concilio, a três, concordámos. Todos gostámos... (e deste post também!)

Fatima Valéria disse...

Bem, a culpa é da Agatha! Sim ela é culpada por desenvolver 2 hábitos em mim.Na adolescência li (se não me falha a memória quanto ao título)"O caso dos dez negrinhos".Aí começou o meu gosto pela leitura e por acompanhar o conjunto da obra de um autor, li outros livros dela, particularmente e esse foi um marco, e a culpa? Claro é toda dela! Ah esqueci de dizer também que desde então a Inglaterra passou a fazer parte dos meus desejos. Bacana!
Abraços

Glória Maria Vieira disse...

Acredita que ainda não livro sequer de Ágatha, Ju?!:~ MAS pretendo ler! UAHSUAHSUHAUHSUHAHS

Muito bacana! Minha professora de literatura vivia recomendando, mas tempo, eu nunca arrumei pra ler. Vivia dizendo também que os livros de Christie estimulam o raciocínio. =)

Isadora disse...

Nossa como eu já livros da Agatha Christie. Por incrível que parece não tenho nenhum em casa, mas os mesmos me fizeram muita companhia.
Um beijo

Isadora disse...

Estou tentando me tornar seguidora, mas a página apresenta erro. Voltarei.
Um beijo

Lúcia Soares disse...

Acredita que só li um livro dela? Não me pergunte porque, pois não sei responder.
Adoro ler, tenho várias coleções em casa, (vou até ver se há algum da Agatha), gosto de histórias de mistério, enfim, tenho que em redimir, urgentemente, e ler TODOS!
Beijo!

Giuliana: disse...

Posso morrer de vergonha? Nunca li um livro de Agatha Christie, mas isso está para mudar, já que ganhei 3 da minha cunhada. =]

Beijos.

Paula Li disse...

Já li uns poucos livros da Agatha quando eu era adolescente e gostei muito. Com a maturidade tenho certeza que vou gostar ainda mais.
Também leio jornal velho, principalmente os que vem embrulhando os ovos rsrsrsrs
bjs

Luma Rosa disse...

Acho que por ser mulher em um universo que até entao era exclusivamente masculino, dificultou mas não impediu o sucesso da grande dama. "O misterioso caso de Styles" foi recusado por seis editoras antes de ser publicado. A preferência da autora por detetives que não sujavam as mãos de sangue era proporcional à aversão que ela tinha por Ian Fleming, o criador do agente secreto 007 e suas tramas violentas mirabolantes, quedas coreográficas em abismos, armas secretas e conquistas amorosas.
Deu para notar que amoooooooooooooooooooo Agatha Christie? :) Beijus,

Cintia Branco disse...

Jussara,

Só li um livro da Agatha e não foi amor a primeira leitura, depois nunca mais li nada. Quanto às preparações para o Natal, elas são necessárias e deixam o clima muito mais leve. Ainda bem que o Felipe não se deu conta de pendurar os bonecos e os bakugans na árvore, senão eu estava perdida. Sou sagitariana pura, rs.
Beijos

Adriana Alencar disse...

Eu li esse livro e outros dela e achei extremamente bem escritos, prendendo a atenção e levando o leitor a desenvolver o seu próprio senso de investigação. Com certeza, há um toque de genialidade no que ela escreve!
Quanto ao comentário lá no blog agradeço a sua opinião e a respeito, nem todos apreciam a moda, por isso gostaria de lhe convidar a ler um post meu mais antigo que expõe algumas das razões pelas quais eu me interesso pelo assunto.
O link é http://caixinhadaadri.blogspot.com/2010/10/porque-eu-amo-moda.html
Bj
Adri

Tathiana disse...

Esse eu li, ainda estava no segundo grau! :)
Um dos primeiros desta autora que eu li. Vieram outros depois...
Bjs.

Pentacúspide disse...

Deste só vi o filme, por isso quando me emprestaram o livro, não mostrei interesse, preferindo ler outros títulos dela. No entanto, na literatura policial, ela não é a minha preferida, inclusive gosto mais de George Simenon e do seu Maigret (muito parecido com Poirot) do que de Aghata, e o meu preferido mesmo é Elerry Queen e Frank Gruber (este gosta muito de mistérios de quartos fechados).