quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Agruras e delícias de ser turista

DICIONÁRIO DO VIAJANTE INSÓLITO, Moacyr Scliar

Viajar, se perder pelos caminhos, ouvir outras línguas, ver outras paisagens, rever paisagens já vistas, fazer ou rever amigos, viajar! É uma delícia, eu adoro viajar, qualquer viagem até para o município vizinho! Sempre tem coisa nova para ver, até o ar é diferente. Tudo é muito bom. Mas quem já não fez  uma viagem que é uma roubada total? Dicionário do Viajante Insólito fala de tudo isso e mais um pouco. Moacyr Scliar vai de A a Z em crônicas muito bem humoradas que passam por aeroportos cheios, hotéis que não são o que prometem,  atrações tão cheia de gente que não se vê nada,  pedidos de compras dos amigos (essa é uma senhora roubada) e outras histórias divertidas.  Ele dá dica de comportamento, de lugares a se conhecer, na letra C, por exemplo,  ele sugere cemitérios, eu mesma visitei o cemitério da Ricoleta em Buenos Aires e não me arrependi.
Para você que pretende viajar nesse verão, seja uma grande ou uma pequena viagem, leve esse livro junto é divertido e pode ajudar passar as horas no aeroporto esperando conexão, ou esperando o borracheiro concertar o pneu furado. Por que tudo pode acontecer quando saímos de casa, viajar é uma aventura.
Qualquer viagem começa na porta de casa, portanto deixem nela seus preconceitos,  suas pequenas manias mas não esqueça o travesseiro. Se for de táxi para o aeroporto aproveite para ir se despedindo da sua cidade, se for de carro vá devagar apreciando o passeio isso com certeza vai garantir  sua volta. Aproveite para observar tudo que passar pela frente, vaca no campo, caminhão pesado, cidades vistas ao longe, os rios embaixo da ponte. Não tenha medo das agruras, afinal todo mundo vai a Paris portanto se acontecer algo diferente, tipo quebrar o salto do sapato na porta do restaurante, será um dado a mais para contar e rir. Bom humor é fundamental para uma boa viagem.
Eu tenho imagens inesquecíveis de viagens, já atravessei o Rio São Francisco de balsa após ficar 24 hs parada  por que a ponte estava em construção. Já perdi o trem e passei a noite sentada na estação. Já me puseram para fora de um aeroporto que fechava à noite,  porque se esqueceram de ir me buscar. Já fiquei atolada e já ri muito de ter que desmontar as bagagens porque o pneu sobressalente estava embaixo de tudo.
Viajar  é sempre proveitoso, por mais agruras que encontremos pelo caminho.  Esta é a lição que Moacyr Scliar nos deixa com seu Dicionário do Viajante Insólito, sempre sobram crônicas saborosas como as dele, ou as suas para contar para os filhos, sobrinhos e netos, para estes últimos é melhor ainda, pois podemos enfeitar bastante.
O mundo é um livro. Quem não viaja, só lê uma página. Santo Agostinho.

SOBRE O AUTOR

Moacyr Scliar (1937-   ) – médico especialista em saúde pública e escritor gaúcho, publicou Dicionário do Viajante Insólito em 1995, pela Editora L&PM.

21 comentários:

M. disse...

Ler-te dá vontade de...ler.

E ler é uma das melhores formas de viajar, também...

A. Marcos disse...

Citação de Santo Agostinho muito interessante essa.

Os sabores, os cheiros, as cores...tudo isso é parte da bagagem que trazem em nossa memória de volta ao lar.

Tem gente que gosta da vida. Tem gente que gosta de viver.

Viajar é para quem gosta de viver porque quem vive não teme o que a vida tem a oferecer.

Boas festas e feliz 2011.

Um beijo carinhoso em vc e nos seus queridos.

Inté o ano que vem.

Rogério Pereira disse...

O mundo é um livro.
Quem não viaja,
só lê uma página...
E quem não lê
o mundo não vê!

(as viagens impostas são dolorosas, mas apróximam-nos dos outros e dão-nos humanidade. É disso que eu falo no meu livro. Espero que um dia ainda venha a falar dele...)

'Lara Mello disse...

Eu tô terminando de baixar a segunda temporada de Glee e tô amando, choro litros! Bju

Macá disse...

Ju
Eu adoro o Moacyr Scliar. Toda segunda-feira abro a Folha de São Paulo e vou direto na coluna dele. As histórias são o máximo, bem o tipo que eu gosto. E já li esse livro também.
beijos

Carla Farinazzi disse...

Oi Jussara!!

Eu adoro viajar! Mais que tudo na vida! Sempre brinco falando que, se eu tivesse dinheiro, era isso que eu ia fazer: viajar. Muito. Muito mesmo.
Eu quero conhecer tudo, todos os lugares. Mesmo as cidades vizinhas. Adoro, e me empolgo em cada viagem que faço.

Beleza de dica! Gosto muito do Moacyr Scliar, grande escritor, tem uma imaginação enorme. Uma criatividade esplêndida.

Beijos

Carla

Guará Matos disse...

Viajar é tudo!
Conhecer pessoas, lugares é de experiência imensurável. Adoro viajar.

Bjs.

Lufe disse...

Otima dica, gosto muito das cronicas de M Scliar.
Mais um para a pilha de leitura....rsrs
Seu texto nos provoca a conferir...

bjos

Julio disse...

Oi Ju.
Adoro viajar e adoro o Scliar. Aliás conheço uma pessoa que o sonho dela era escrever como ele. E tenho certeza que ela vai acabar conseguindo porque está escrevendo cada vez melhor (quando a preguiça não bate).....

Misturação - Ana Karla disse...

É mesmo Jussara, viajar é sempre uma aventura, até mesmo pra cidade vizinha.
Ah, e quantas histórias a gente coleciona.
Até viajei aqui, lendo seu post.
Bom demais, viu?
Xeros

Roberta M. disse...

Menina, eu adoro esses livros/guias, porque todo mundo já passou apertos em viagens, viajei uma vez para NY com minha irmã e pegamos um onibus, bem, a gente apertava a cordinha prá descer, o onibus parava e não abria a porta, algumas paradas depois, peguei um guia da Katia Zero e li que vc tem que empurrar a porta prá descer!!Ahhh bommm, assim ficou mais fácil kkk, cara, a gente riu muito depois e até hoje morremos de rir disso rsss, beijocas

Kelly disse...

Olá, vim agradecer a visita no Simplesmente vivendo a vida, volte sempre que quiser, adorei seu cantinho todo organizadinho, parabéns, beijos

Luiz Neves de Castro disse...

Pois é Jussara, postamos sobre livros do Moacyr quase simultaneamente. A escrita dele está entre aquelas que mais aprecio. Um beijo carinhoso

Tathiana disse...

Gosto de viajar, mas não sozinha... Adorei a citação de Sto Agostinho!!!
Beijocas

Naty e Carlos disse...

"Se chovesse felicidade, eu lhe desejaria uma tempestade. Feliz Natal e um Prospero Ano Novo repleto de saude paz amor na companhia de todos os que vos são queridos.
São os nossos maiores desejos.
Bjs com carinho

Inaie disse...

tambem adoro viajar!! E se parece loucura visitar cemiterios, eu tb conheco o Recolleta, alem de ter passado quase dez dias visitando cemiterios da segunda guerra ne Belgica e ter ido ao Arlington em Washington. Se vc me achava meio doida, agora deve ter tido memso certeza, ne nao?
Fui e pior - recomendo!!

APPedrosa disse...

Deu vontade de ler o livro. Viajar é um dos grandes prazeres da vida e a alegria começa no planejamento e continua na revelação (impressão, né) das fotos. Mesmo quando a viagem é uma roubada, é melhor do que ter ficado em casa, pelo menos a gente ganha uma história para contar.

E, de quebra, achei neste post o presente de Natal que estava procurando para um amigo que também adora ler e viajar.
bj

NOSSAS CONVERSAS disse...

olá, que bom que visitou meu começo de blog..rsrsrs

é para isso ue quero mesmo.. fazer amizades, conhecer pessoas..
seja bem vinda!
e espero que possamos manter mais contato.
bom fim de semama!
que Deus lhe abençoe.

Glória Maria Vieira disse...

Viajar é uma delícia mesmo, Juh. Não viajo muito, mas as poucas vezes que viajo e que viajei... renderam muiitas histórias. hihi

Bruno Stern disse...

Parece uma boa ideia a ser agregada a novas viagens.

Deusa disse...

Ai Meu Deusssssssss....eu sou do seculo passado.................ai meus sais.....precisava me lembrar...depois desta vou dormir...de creme antirugas claro...rsrsrss.
Beijinhos
Deusa
vasinhos coloridos